logo

Mariza Ferreira Bastidas

Psicóloga CRP 06/149729

A atuação por meio dos estágios na área social, escolar, organizacional, saúde e clínica me permitiu ver que a psicologia nos oferece um universo de possibilidades para atuação. A partir disso, a paixão pela área da saúde foi crescendo e descobri que muito dos sintomas físicos são resultados de como funciona o psicológico do indivíduo e por isso, a psicologia me interessou muito. Percebo que comecei a trilhar o mais doce dos caminhos, a saúde mental, e é nesse campo que desejo me dedicar cada vez mais.
contato@marizaferreira.com.br
(11) 97232-1837

TERAPIA COGNITIVA COMPORTAMENTAL

Email: contato@marizapsicologa.com.br

Siga-nos:

WhatsApp: +55 (11) 97232-1837

 

Você já cuidou da sua autoestima hoje?

Você já cuidou da sua autoestima hoje?

Você já cuidou da sua autoestima hoje? Você já percebeu o quanto você mudou desde o dia de ontem? Você já notou o quanto você é especial? Essas são perguntas para se fazer quando você acordar pela manhã e os pensamentos negativos vierem povoar a sua mente. Se isso está acontecendo com você, pode ser o momento de fazer uma faxina mental e mudar alguns pensamentos a respeito de si.

 

Os pensamentos geram comportamentos e estes podem ser positivos ou negativos, portanto, observe alguns pontos e veja se você se identifica. Pense em cada um desses pontos e tente mudar os pensamentos que tem prejudicado o seu comportamento e sua autoestima.

 

Cuide mais de você e evite se comparar

 

• Não se compare, as pessoas são únicas. Evite ainda se comparar com as pessoas nas redes sociais, lembre-se, as redes sociais são ilusórias;
• Aceite sua imperfeição, porque as pessoas têm imperfeições, e trabalhe para mudá-las.
• Faça uma lista de suas principais características (negativas e positivas)
• Pense sobre estas características e o que fazer para mudá-las;
• Você é você, é única, por isso se valorize e reconheça seus pontos positivos;
• Tente viver sempre melhor do que ontem, desenvolva-se.

 

A mudança depende de você

 

• Quebre o vitimismo e aja para que as mudanças aconteçam, assuma a sua responsabilidade e transforme a frustração em impulso para alcançar seus objetivos.

 

Pergunte-se

 

• Quando algo não estiver bem, reflita e questione-se sobre suas atitudes e o porquê do seu comportamento.
• Ao encontrar algo que esteja te prejudicando, tente se libertar dele.

 

Tenha um tempo para você

 

• Reserve um tempo para fazer aquilo que lhe traga prazer.
• Descubra sua melhor versão, seu lado positivo, suas características positivas.
Pare de viver o seu passado
• Viva o hoje e esqueça o passado. O sentido é pra frente.
• Foque em suas forças e trabalhe nas fraquezas.

 

Selecione as pessoas que possam te dar suporte

 

• Estabeleça laços com pessoas positivas e que te façam sentir-se bem. Não é necessariamente depender da pessoa, mas poder contar com ela.
• Evite pessoas negativas, que reclamam o tempo todo, pois elas costumam “roubar” a sua autoestima.

Não se sabote, tenha consciência de quem você é e busque mudanças positivas. Esses são modos de trabalhar visando a modificação do pensamento e buscar sua autoestima. Mas se a sua autoestima estiver baixa e você percebe que não dá conta de superar os pensamentos negativos sozinho (a), não hesite em buscar a ajuda de um psicólogo. Este profissional é indicado para te apoiar na busca pela modificação de seus pensamentos e melhoria de sua autoestima.

 

“Quando me aceito como sou, posso então mudar”. Carl Rogers

Posso ajudar?